Inscreva-se

LUCIOCOSTA
2ª Chamada Pública de Artigos do Centro Lucio Costa

Chamada

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Autarquia Federal vinculada ao Ministério da Cultura do Brasil, por intermédio do Centro Regional de Formação em Gestão do Patrimônio - Centro Lucio Costa - CLC, Centro de Categoria II sob os auspícios da UNESCO, sediado no Palácio Gustavo Capanema, Rua da Imprensa, 16, sala 901, Centro, Rio de Janeiro - RJ - Brasil, torna pública a seleção de artigos inéditos e individuais, em português ou espanhol, sobre a preservação e gestão do patrimônio cultural nos países de línguas portuguesa e espanhola da América do Sul e de língua portuguesa da África e Ásia.  

Serão selecionadas Propostas de Artigo relacionadas às estratégias de valoração de bens culturais nos países de línguas portuguesa e espanhola da América do Sul e de língua portuguesa da África e Ásia, com o objetivo de refletir sobre as apropriações dos valores universais do Patrimônio, podendo ter como recorte tanto a Região como um ou mais países que a compõem. Área temática prioritária: Sub-Representatividade dos bens culturais da Região como Patrimônio da Humanidade.

O Centro Lucio Costa tem entre seus objetivos a pesquisa, a capacitação e a difusão de conhecimentos em gestão do patrimônio cultural, com vistas à ampliação das possibilidades de atuação de profissionais e instituições que lidam com a preservação de bens culturais na Região formada pelos países de língua oficial portuguesa e espanhola da América do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela), de língua portuguesa da África (Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe) e Ásia (Timor Leste).


As atividades do Centro são orientadas por um Programa de Formação que tem como princípios o intercâmbio de informações, a cooperação entre profissionais e pesquisadores da área e a troca de experiências na preservação do patrimônio, sobretudo no âmbito da gestão. O Programa foi estruturado para que o CLC seja um centro de referência, com base no desenvolvimento de ações em torno da produção de conhecimento e da formação de uma rede colaborativa entre profissionais, pesquisadores e instituições voltadas para a preservação do patrimônio cultural nos países da Região, e com os parceiros da UNESCO.